O Sonho de todas as pessoas que estão acima do peso e vestidos num corpo que não lhe agrada é encontrar a fórmula mágica para a transformação.

Muitos gostariam de entrar num túnel do tempo e sair do outro lado vestido num super modelito de arrasar corações.
Quero te dizer que você pode conseguir tudo isso! O céu é o limite para àqueles que buscam seus ideais.
O problema é que as pessoas sempre passaram por estes túneis sem fazer as paradas necessárias.
Não existe mágica para manter um corpo ideal;
Não existe dieta certa para alcançar este tão sonhado corpo;
Não existe atividade física para alcançar este abdômen tanquinho e este bumbum empinado;
Não existe tratamentos estéticos para nos levar a este padrão.

Existe sim alguns conceitos que regem nossa vida sem nos darmos conta.
Você sabe o que significa vícios e hábitos? Você já parou para pensar se tem alguma diferença entre eles?

Os dicionários definem VÍCIO como um hábito repetitivo que degenera ou causa algum tipo de prejuízo ao indivíduo viciado e aos que com ele convivem. É uma tendência habitual para um certo mal; o oposto da virtude.

Você percebe, que vício também é um hábito? Algo que se repete com frequência para fazer parte da rotina, ser habitual. Isso significa que HÁBITOS SÃO VÍCIOS. Andar, correr, pensar, reagir, falar, comportar-se, COMER, etc. Tudo é vício.

Resumindo: O nosso dia a dia é constituído de vícios!

Vícios, nada mais é do que comportamentos repetitivos, bons ou ruins.
Humm, agora complicou né? Será que existe vícios bons?

Vamos entender o que diferencia um hábito de um vício e como nos sabotamos.
Existe um mecanismo para trocar os hábitos e resolver o problema com vícios e auto-sabotagem, mas antes precisamos saber como se formam os hábitos, tanto os bons como os ruins, que se chamam VÍCIOS DO CÉREBRO.

O método coaching de emagrecimento consciente, desenvolvido por Gladia Bernardi, fundadora do Health Coaching Internacional Institute, depois de diversas pesquisas e leituras de estudos científicos na área da psicologia humana, da neurociência e da nutrição comportamental, chegou ao modelo que se usa hoje para a formação de hábitos dentro do cérebro do ser humano.

Muitos estudos comprovam que, antes de um hábito se formar, é necessário que o indivíduo tenha repetido aquela ação várias vezes. E ninguém faz nada sem antes ter tido uma emoção que o leve a praticar determinada ação ou comportamento. A questão é que antes da pessoa ter o sentimento ou emoção, ela pensou em algo ou lembrou de alguma coisa.

Conclusão: as decisões e ações conscientes que criamos ou praticamos hoje começam em um pensamento. Ou seja, temos que transformar a mente da pessoa que precisa emagrecer ou na mudança de hábitos que começa nos pensamentos, e não no comportamento.

Para conseguirmos esta transformação, precisamos conhecer as quatro engrenagens cerebrais da MUDANÇA DEFINITIVA DE HÁBITOS. Somente após conhecê-las, podemos resolver de vez os vícios e hábitos ruins que nos incomodam e nos fazem engordar.

As quatro engrenagens:
1- pensamentos
2- sentimento /motivação
3- comportamento
4- criação ou manutenção do hábito

Se não trabalharmos a primeira engrenagem, a do pensamento, todas as outras ficarão comprometidas. Não adianta mudar só o hábito, temos que ir na raiz do problema. Cedo ou tarde, aquele pensamento que nos levava a comer , vai predominar e nos levar novamente a ter hábitos de engorda.

Para alcançarmos novos hábitos e com isso o tão desejado corpo e uma saúde plena, temos que conhecer nossa mente .
Eu hoje trato os meus clientes com o método master Health coach, para que eles consigam mudar a história de vida deles.

Deixe uma resposta