Você ainda tem pelos indesejáveis no corpo? Luz pulsada para o fim deles!

Mesmo com  a popularização da depilação definitiva, muitas mulheres ainda não a utilizaram até por desconhecimento. Será que dói? Tem alguma contraindicação? Saiba tudo sobre ela!
Corpo
    A depilação definitiva a laser de popularizou nos últimos anos, mas ainda tem pessoas que não utilizaram este tratamento e continuam com os indesejáveis pelos no corpo. É possível que haja resistência ainda, até por uma questão de desinformação. Será que dói? Tem alguma contraindicação? Saiba tudo sobre ela neste artigo!
Existem diversas formas de acabar com os pelos, uma delas é a luz pulsada. Sendo a forma mais comum e uma das mais procuradas, por ter preços mais populares, quase não ter contraindicação e, mesmo não chegando a ser indolor, a dor ser bem menor do que a de uma depilação comum à cera. A luz intensa pulsada (LIP) pode ser usada para remover os pelos indesejados de todo o corpo, mas não deve ser aplicada em algumas regiões como ao redor dos mamilos e ao redor do ânus porque a cor da pele destas regiões é muito variável e podem surgir manchas ou queimadura na pele. Confira!
Seu funcionamento
O princípio da tecnologia de luz pulsada é emitir uma luz policromática abrangendo um espectro de 400 a 1200 nanômetros de largura. Esta luz trata cada área distribuindo “flashes” de processamento. Ao captar esta luz intensa, a melanina e o pigmento capilar sofrem um aumento muito importante da temperatura. Assim, permite transmitir um calor forte ao bulbo capilar, que será então tratado.
Este método pode retardar a regeneração do cabelo e fazer cair os já existentes de uma forma muito natural. É importante saber que quanto mais os cabelos tratados são escuros, sobretudo sob a pele clara, mais eficientes e rápidos serão os resultados, pois a tecnologia age sobre esse contraste.
Saiba também que cada pelo do nosso corpo passa por um ciclo de crescimento de três etapas:
• O estágio anágeno é o estágio do crescimento do cabelo. O bulbo capilar está no fundo da epiderme e fica lá até a próxima fase.
• O estágio catagenico é a fase de transição. A parte mais profunda do folículo piloso começa a se desintegrar.
• O passo telógeno é a fase de repouso do cabelo.
Os pelos que estão na fase anágena podem reagir à tecnologia de luz pulsada. Por conseguinte, será necessário realizar vários tratamentos para obter os melhores resultados. Assim, um ciclo de crescimento completo é necessário para alcançar a remoção total do cabelo, por isso é comum serem realizadas mais de 6 sessões para um resultado definitivo, ou seja, pelos nunca mais.
O que você precisa saber
Certifique-se de tratar a sua pele quando ela estiver a mais clara possível.
Alguns especialistas também recomendam que a área deve ser raspada antes de iniciar o tratamento. Será necessário o uso de óculos de proteção para que os flashes e seus reflexos não entrem em contato com os olhos.
A clínica Pazos realmente oferece um ótimo serviço ao usar esse tratamento. A maioria das pessoas já comprovaram isso e perceberam que a Luz pulsada.
As vantagens da Luz Pulsada
Vamos ver agora algumas das maiores vantagens de usar a Luz Pulsada:
• A tecnologia da luz pulsada é verdadeiramente eficaz. Dependendo do modelo que você escolher, ele removerá cerca de 80% do cabelo. Além disso, o seu cabelo ficará ainda mais fino e a sua pele ficará mais macia.
• A Luz pulsada fornece resultados visíveis a partir da segunda sessão. Mas esteja ciente de que para algumas pessoas, é necessário esperar até a oitava sessão para melhores resultados.
• Esta tecnologia oferece sessões bastante rápidas. De fato, dependendo do modelo escolhido, será possível tratar áreas com uma largura de 2 a 7 cm².
• A depilação com luz pulsada não faz mal a todos! É possível que você sinta algum formigamento ou cócegas, especialmente em áreas sensíveis e delicadas.
• Com esta tecnologia, você receberá um tratamento integral! De fato, a depilação com luz pulsada é compatível com qualquer área do cabelo em seu corpo. Esteja ciente, no entanto, que por razões de segurança, não é recomendado tratar áreas muito próximas dos olhos ou ouvidos.
Mas mancha a pele?
   Não. Pelo contrário, ela clareia a região, retira manchas escuras, combate rosáceas e melhora até a foliculite. Essa seria talvez sua maior vantagem, além do fim dos indesejáveis pelos ainda trata e embeleza a região. Ela é indicada para remover as manchas escuras na pele especialmente causadas pela exposição solar e aos raios ultravioletas. O tratamento com a luz pulsada clareia a pele, aumenta em 50% a quantidade de fibras de colágeno e elastina deixando a pele mais firme e menos flácida, além de aumentar também a presença de pequenos vasos na pele, que melhoram a oxigenação sanguínea local.
Contraindicações:
Evitar exposição ao sol: assim como a maioria dos tratamentos, os raios ultravioletas emitidos pelo sol podem deixar a pele mais sensível e mais bronzeada, podendo ter risco de queimadura.
  • Pele bronzeada, mulata ou negra: A pele mais escura não deve ser submetida ao tratamento com a luz pulsada porque pode haver risco de queimadura na pele porque a melanina está presente em maior quantidade na pele destas pessoas. No entanto, existem alguns tipos de laser que podem ser usado em pessoas com pele morena, mulata e negra para eliminação definitiva dos pelos, como o laser de Alexandrite e Nd-YAG.
  • Uso de medicamentos: pessoas que estejam usando medicamentos fotossensibilizantes, corticoides e anticoagulante também não devem ser tratadas com a luz pulsada. Consulte nossos especialistas para saber a relação de medicamentos contraindicados.
  • Doenças fotossensibilizantes: algumas doenças favorecem o surgimento de manchas na pele, como é o caso de doenças como prurigo actínico, eczema, lúpus eritematoso, psoríase, líquen plano, pitiríase rubra pilar, herpes (quando as feridas estiverem ativas), porfiria, pelagra, vitiligo, albinismo e fenilcetonúria.
  • Durante a gravidez: a gestação é uma contraindicação relativa porque apesar da luz pulsada não poder ser realizada nas mamas e na região da barriga durante a gravidez, o tratamento poderá ser realizado em outras áreas do corpo. No entanto, devido às alterações hormonais típicas da gravidez a pele pode ficar manchada e é comum que fique mais sensível sentindo mais dor durante as sessões.
  • Feridas na pele: a pele precisa estar íntegra e devidamente hidratada para que o aparelho possa ser utilizado e tenha um bom efeito, assim o tratamento só deve ser realizado quando não há feridas na pele. Se este cuidado não for respeitado há risco de queimadura.
  • Câncer: devido à ausência de estudos sobre a segurança da realização deste tipo de tratamento em pessoas que possuem tumores ativos, seu uso é desaconselhado durante este período. No entanto, não existe nenhuma evidência científica de que o tratamento com laser ou luz intensa pulsada possa causar alterações como o câncer, porque não há alterações na quantidade de CD4 e CD8 mesmo após meses da aplicação do equipamento. Mesmo assim, o mais indicado é consultar seu médico.
Como você viu, a Luz Pulsada é realmente eficaz para quem quer se livrar de pelos indesejados no corpo. Conheça mais sobre o tratamento na Clínica Pazos clicando aqui. Assim, você conseguirá ter o melhor tratamento possível desde já.

 

 

 

Deixe uma resposta